Personalidades Conversam: Tim Maia e Paul McCartney

tim_paul

Arranjamos mais um encontro entre ídolos. Dessa vez os agraciados foram Tim Maia e o besouro Paul McCartney. Após alguns minutos de conversa, o brasileiro ficaria incomodado com o vegetarianismo do britânico e soltaria com sua voz de trovão: “Também começei uma dieta uma vez, cortei bebida e comidas pesadas e, em 14 dias, perdi duas semanas!”

Também ficou com saudades do nosso querido Tim? Então curte Ela Partiu com a gente:

Dica: Kandinsky no Brasil

Dicas Culturais2

Já conferiram a exposição Kandinsky: Tudo Começa Num Ponto? Atualmente no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro, ela já recebeu mais de 60 mil visitantes desde a abertura. Em Brasília, entre novembro e janeiro, foram 240 mil pessoas. São mais de cem obras do pintor russo, trazidas de museus do país e de coleções particulares europeias. É a primeira vez que uma exposição como essa sai da Europa. A mostra segue para Belo Horizonte, em abril e para São Paulo, em julho.  A entrada é gratuita.

Abstracionista em terras tupiniquins!

Personalidades Conversam: Caetano Veloso e David Bowie

Caetano_Bowie

Nós adoramos misturar nossa brasilidade com referências gringas. E adoramos imaginar o que os nossos ídolos conversariam. Já imaginou um encontro entre o tropicalista Caetano Veloso e o camaleão David Bowie? O baiano diria, mais uma vez, que de perto ninguém é normal, mas faria um adendo: “Nesse caso, nem de longe”. Os dois acabariam se dando bem e cantando Força Estranha juntos. Só não vai cair do palco na frente do Bowie, Caetano!

 

Parcerias brasileiríssimas

julianajuaquina

A Sta Cena, desde o princípio, busca incentivar o trabalho de artistas brasileiros. Recentemente, fechamos com a ilustradora Juliana Juaquina (@julianajuaquinailustradora), do RN, que tem um trabalho lindo e único e vai assinar três estampas.

Outra parceria que deu super certo foi a com Caletti Arts (@calettiarts), artista maravilhoso que assinou estampas como a Ela Elis, a Marilyn Brazuca e a Elis Pop.

 

Vida longa à arte brasileira!